top of page
Buscar
  • Foto do escritorComunicação BH-TEC

ABIN apresenta proteção de conhecimento sensível nas organizações


Superintendente da ABIN em Minas, Moisés Arioza, fala durante a Sexta no Parque
Superintendente da ABIN em Minas, Moisés Arioza, fala sobre a proteção do saber | Virgínia Muniz/BH-TEC

Por Virgínia Muniz


Diretrizes, dicas básicas de segurança e disseminação de conhecimento. Esse foi o saldo da palestra gratuita oferecida pela Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), nesta edição do Sexta no Parque - evento mensal do BH-TEC - realizada hoje (7).


Os participantes tiveram a oportunidade de saber sobre a importância de proteger o conhecimento sensível gerado dentro do negócio ou pesquisa. Com uma leva de dicas e diretrizes para o público, o superintendente da ABIN em Minas Gerais, Moisés Arioza, ressaltou a importância do evento.


“É uma oportunidade ímpar para a ABIN orientar um público tão seleto e estratégico como esse. Mais do que passar conhecimento, nós aprendemos muito em visitas assim”, disse o superintendente durante a explanação.

Gerente institucional do BH-TEC, Cristina Guimarães, apresenta palestra da ABIN
Gerente institucional do BH-TEC, Cris Guimarães, apresenta palestra a auditório cheio | Virgínia Muniz/BH-TEC

Por que proteger o conhecimento?


"A Sexta no Parque tem o propósito de apresentar temas para fomentar a transferência do conhecimento para a sociedade. Neste contexto, é fundamental garantir que este processo aconteça com segurança", contextualiza a gerente de Desenvolvimento Institucional do BH-TEC, Cristina Guimarães.


O objetivo foi sensibilizar os presentes para conhecerem e adotarem procedimentos para salvaguardar informações sensíveis e elevar a cultura de proteção no ecossistema.

Moisés Arioza, de costas, fala para um auditório cheio no BH-TEC
Palestra da ABIN mobilizou pesquisadores e empreendedores | Virgínia Muniz/BH-TEC

“Existem vários casos de como o roubo de conhecimento impacta um país. Precisamos vencer o complexo de achar que o Brasil é um país de terceiro mundo e que nosso conhecimento não interessa”, afirmou o superintendente da ABIN em Minas.


Cuidado desde a formação


Uma das participantes do evento, a diretora de aplicativos e inovação digital da Microsoft Brasil, Paula Silva, afirmou que o conteúdo levado por Moisés Arioza reforçou a importância de que negócios cresçam orientados sobre a necessidade de proteção dos dados.


“Querendo ou não, alguns temas a gente acha que o acesso está lá em um nível mais alto, e acaba não dando tanta atenção para as empresas, porque elas ainda estão em formação. Então, você ter uma agência como a ABIN, que veio aqui fornecer esse conteúdo, se colocar à disposição do pessoal da universidade, do ecossistema do BH-TEC, é muito importante”, disse Paula Silva.


“Principalmente porque muitas empresas estão, de fato, nascendo. Então, vamos nascer direito, no caminho”, complementou.


Orientação para todos!


“O discurso me ajudou a entender o que é um dado sensível e como tratar a segurança dessa informação, até mesmo um dado pessoal. Foi importante para mim, importante também ter contato com outras visões de como fortalecer a segurança digital e entender esse mundo que é muito mutável e se transforma o tempo todo”, avaliou o aluno de engenharia civil da UFMG, Erasmo Magalhães, também participante da Sexta no Parque.


O superintendente ainda apresentou uma série de dicas para proteção de dados, inclusive, os pessoais e garantiu: o básico é essencial!


“Segurança nunca é óbvia. Muitas medidas são simples, mas tem um impacto gigante - e a maioria dessas medidas já são de conhecimento da maioria, só não são aplicadas”, afirmou Moisés.


Arraiá com conhecimento


O tradicional café da manhã da Sexta no Parque, nesta edição, teve um cardápio diferente!

Café servido durante a Sexta no Parque
Tradicional café da Sexta no Parque foi especial, com a temática festa junina | Virgínia Muniz/BH-TEC

Em época das comemorações juninas, o BH-TEC promoveu o Arraiá com Conhecimento, com direito a canjica, pastel, queimadinha e outras diversas quitutes tradicionais das festas juninas.

38 visualizações0 comentário
bottom of page