top of page
Buscar
  • Foto do escritorComunicação BH-TEC

BH-TEC assume destaque na cena nacional

Atualizado: 14 de nov. de 2023


Mesa redonda com participação de Ana Canhestro
BH-TEC participou de um dos principais eventos de inovação do país, a conferência da Anprotec | Anprotec/Divulgação

Um dos principais eventos do ecossistema de inovação do país finaliza hoje os quatro dias de atividades e debates com horizontes promissores para o BH-TEC.


A Conferência Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores), realizada em Brasília, marcou a eleição do CEO do BH-TEC, Marco Crocco, para o Conselho Fiscal da associação.


E mais: a Head de Inovação do Parque Tecnológico de BH, Ana Canhestro, mediou uma mesa sobre a participação das mulheres na ciência, tecnologia, empreendedorismo e inovação no Brasil e apresentou o programa TCC Lab.


Cenário nacional


Durante a conferência, a Anprotec realizou a votação para renovar a diretoria. O BH-TEC foi o segundo mais votado para ocupar o Conselho Fiscal da associação.

Marco Crocco, CEO do BH-TEC, foi eleito para o Conselho Fiscal da associação | Ísis Medeiros/BH-TEC

"Tem um significado importante porque o BH-TEC estava afastado da articulação nacional. É um processo natural dessa ressignificação, dessa reconstrução que a gente está fazendo desde que chegou aqui, em 2019. Um processo de reposicionamento do BH-TEC que, agora, começa a atingir não só o ambiente local, como nacional também", avalia Crocco.


O TCC Lab também foi selecionado para ser exposto na conferência. O programa completa o segundo ano após o apadrinhamento do BH-TEC com expansões significativas: passou a contemplar, por exemplo, toda a comunidade da UFMG o que antes era restrito para um curso específico.


"A gente se posicionou como um ambiente que está promovendo iniciativas inovadoras para as empresas, o que representa o papel do Parque e todos os propósitos", inicia Ana Canhestro, coordenadora do programa e responsável pela apresentação.


"É uma iniciativa focada na conexão universidade-empresa, mas também na atração de talentos, de pessoas qualificadas para estar mais perto das empresas - e também na aproximação da universidade com essas empresas, visto que os trabalhos de graduação envolvem orientação de professores", complementa.


Pauta ESG presente


Ana Canhestro apresentando iniciativa no Anprotec
A Head de Inovação do BH-TEC, Ana Canhestro, apresentou o TCC Lab aos presentes | Arquivo pessoal

O BH-TEC ainda participou de importante debate, na mesa e workshop “Incentivos à participação de mulheres na ciência, tecnologia, empreendedorismo e inovação no Brasil: Cases, oportunidades e próximos passos”.


"Faço parte do Female Sci-Tech Capacity Building Center Brazil. Convidamos quatro mulheres que trabalham na área de ciência, tecnologia e inovação para comentar sobre as experiências pessoais e profissionais e também sobre algumas iniciativas que existem no nosso ecossistema de incentivo a meninas e mulheres", contextualiza Ana Canhestro.


O grupo citado pela Head de Inovação tem como objetivo o desenho de estratégia e a execução de iniciativa feminina de talentos para todo o território nacional voltados às áreas de ciência e tecnologia inovadoras.


Participaram da mesa Sheila Oliveira Pires, Diretoria de Apoio aos Ambientes de Inovação do MCTI; Jana Borghi, Multiplicadora da Rede Mulher Empreendedora e Gestora da Casa Sete; Roberta Ludwig, Coordenadora Geral de Empreendedorismo Inovador e Novos Negócios no Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC); e Clarissa Furtado, Gerente de Competitividade da APEX.


"O debate é essencial ainda mais porque o BH-TEC tem essa pauta de ESG muito forte e latente. Estamos trabalhando em uma linha coerente com os propósitos e ambições do Parque de trazer pautas de ESG cada vez mais fortes para dentro de um contexto de parque tecnológico", resume Ana Canhestro.


41 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page