top of page
Buscar
  • Foto do escritorComunicação BH-TEC

BH-TEC elege nova configuração e presidência do conselho: 'Momento histórico'

Atualizado: 10 de ago. de 2023


Conselho Administrativo e corpo técnico do BH-TEC posam em frente ao letreiro do Parque
BH-TEC tem renovado Conselho Administrativo, com presidência definida para o próximo biênio | BH-TEC/Divulgação

O BH-TEC deu um importante passo nesta quarta-feira (9). O Conselho de Administração do Parque Tecnológico definiu a presidência para o próximo biênio, além da configuração dessa instância como um todo.


O secretário de Desenvolvimento Econômica da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), Fernando Campos Motta, assume a presidência imediatamente até agosto de 2024, e Ruben Dario Sinisterra Millán, professor do Departamento de Química-ICEX da UFMG, será o presidente entre agosto de 2024 e o mesmo mês de 2025.


"O BH-TEC tem como objetivos contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e social de Belo Horizonte, Minas e do Brasil, mediante a estruturação e gestão sustentável de um ambiente de negócios capaz de potencializar as atividades de pesquisa científica e tecnológica, a introdução de inovações e a transferência de tecnologia", afirma o CEO do Parque, Marco Crocco.


"Para alcançar estes propósitos, é fundamental contar com o Conselho de Administração do Parque Tecnológico, representados pelos sócios-fundadores do BH-TEC que refletem a tríplice hélice", complementa o gestor.


'Momento histórico'


Para Fernando Motta, o desafio do conselho é "continuar essa trajetória de sucesso e ajudar na expansão dela".


“O BH-TEC simboliza a inovação de Belo Horizonte, onde ocorre a intercessão da universidade, mercado e governo. A inovação tecnológica desempenha um papel fundamental como impulsionador da economia moderna, seja criando novos produtos e serviços ou otimizando processos já existentes especialmente para Belo Horizonte, que possui alto grau de ocupação", afirma o também secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.


"E a inovação tecnológica se destaca como uma solução promissora para o crescimento econômico, pois, de forma geral, não demanda vastos espaços físicos”, finaliza.


Próximos presidentes do Conselho posam ao lado do CEO do Parque, Marco Crocco
Próximos presidentes do Conselho Administrativo ao lado do CEO do Parque, Marco Crocco | BH-TEC/Divulgação

Para o próximo presidente da instância, Ruben Millán, a eleição do conselho é um "momento histórico". "Tivemos uma reunião extremamente madura, que mostra a importância estratégica não só para o ecossistema da UFMG de inovação, como para Belo Horizonte e Minas Gerais", avalia.


"É extremamente importante que a gente consiga fazer negócios fundamentalmente, fazer inovação com e para as empresas - esse é o papel central do ponto de vista da UFMG. Existe a necessidade das instituições fundadoras do Parque Tecnológica consigam usar ao máximos todas as capacidades que elas têm", complementa, antes de finalizar:


"É um momento de sinergia, um momento em que o país tem que refletir, momento em que temos de pensar que ciência, tecnologia e inovação e novos negócios são a base para a nossa sustentabilidade".


Presença das empresas residentes


A reunião que define a presidência do conselho também marca a participação dos novos representantes das empresas residentes do BH-TEC: Cynthia Nara, da Sympol Biotecnologia, como representante titular; e Antônio Otávio Fernandes, da iVision, como suplente.


"Uma vez que o Parque Tecnológico é criado para ajudar tecnologias desenvolvidas na universidade a alcançar a população, as empresas perpassam por isso. As empresas que fazem esse elo entre a universidade e sociedade. Fazer parte da reunião foi importante porque ouvimos o lado do poder público, do Parque e da universidade, além de apresentar o nosso ponto, também, de como melhorar essa articulação", afirma Cynthia Nara.


Cynthia Nara e Antônio Otávio Fernandes posam com letreiro do BH-TEC
Representantes das empresas residentes: Antônio Otávio Fernandes (suplente) e Cynthia Nara (titular) | BH-TEC/Divulgação

"Como diz o professor Ruben, o próximo presidente, precisamos ser trilíngue: falar a língua da universidade, da sociedade e das empresas também", finaliza.


Membros titulares do Conselho de Administração do BH-TEC


  • Mário Fernando Montenegro Campos, professor da UFMG

  • Ruben Dario Sinisterra Millán, professor da UFMG

  • Fernando Marcos dos Reis, pró-reitor de pesquisa da UFMG

  • José Osvaldo Saldanha Paulino, chefe do Departamento de Engenharia Elétrica

  • Bruno Araújo Oliveira, chefe da subsecretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Minas Gerais

  • Paulo Sérgio Beirão, presidente de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapemig

  • Fernando Campos Motta, secretário de Desenvolvimento Econômico da PBH

  • Thiago Souza Dutra, diretor de Administração e Finanças da Prodabel

  • Marcelo de Souza e Silva, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae

  • Gustavo Henrique Penno Macena, superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL)

396 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page