top of page
Buscar
  • Foto do escritorComunicação BH-TEC

IVision se torna empresa estratégica de defesa

Câmera Ivision
Ivent Vision recebe certificado de Empresa Estratégica de Defesa (EED) emitido pelo Ministério de Defesa | Virgínia Muniz/BH-TEC

O BH-TEC agora sedia uma Empresa Estratégica de Defesa (EED), certificado emitido pelo Ministério de Defesa para demonstrar a importância na realização de atividades voltadas à segurança nacional.


A iVision (Invent Vision) recebeu esse status pela tecnologia de ponta desenvolvida e produzida: ao todo, seis desenvolvimentos na área de visão noturna foram qualificados como Produto de Defesa (PRODE).


“Essa certificação é extremamente importante para trabalhar no mercado de defesa, que é muito restrito e exige competência reconhecida. Portanto, é uma chancela de qualidade importante”, afirma o diretor da iVision, Antônio Otávio Fernandes.


Apenas 137 empresas de todo o país são credenciadas como EED, conforme publicação do governo federal em 2023. Em Minas, eram apenas seis, em lista atualizada em setembro de 2022.


“As empresas estratégicas de defesa desempenham papéis essenciais na garantia das capacidades operacionais das Forças Armadas”, disse o então ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Oliveira, na justificativa que acompanha a MP 1123/22, que se tornou lei posteriormente.


Chancela de qualidade


Câmera Ivision
Desenvolvimentos estão na área de visão noturna | Virgínia Muniz/BH-TEC

Para uma empresa se tornar EED, deve atender condições específicas, como ter sede no Brasil; dispor de comprovado conhecimento científico ou tecnológico; assegurar o controle acionário de brasileiros; e assegurar a continuidade produtiva no país.


“Para obter essa certificação, o produto foi realmente avaliado e recebeu um veredito do corpo técnico de centros de pesquisa do Exército”, afirma o diretor da iVision.


“Primeiro, você busca o registro para desenvolver protótipos: sem esse registro inicial, não é nem permitido fazer experiência. Em seguida, tem que pedir a certificação para fabricação e, finalmente, se candidata para se tornar Produto de Defesa (PRODE)”, complementa Antônio Otávio Fernandes.


O próximo passo agora, explica Fernandes, é fazer com que esses produtos da iVision entrem no catálogo da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).


“Aí esses produtos recebem uma chancela de qualidade para o mundo inteiro. Sempre que alguém compra esse tipo de produto, consulta nesse catálogo”.

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page