top of page
Buscar
  • Foto do escritorComunicação BH-TEC

LabMIn apresenta método completo e ágil para projetos de inovação


Raoni Bagno promove workshop no BH-TEC
Metodologia é apresentada em workshop realizado no BH-TEC | LabMIn/Divulgação

Uma ferramenta para nortear o trabalho de equipes em projetos de inovação com uma pegada ágil. O Laboratório de Metodologias de Inovação (LabMIn), projeto coordenado pelo Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH-TEC), apresentou nessa segunda-feira (13) a metodologia PªD Projetos, criada no Núcleo de Tecnologia da Qualidade e da Inovação (NTQI/UFMG) - e agora produtizada para as empresas de base tecnológica por meio do LabMIn.


O PD significa Processo de Desenvolvimento e o A entre eles remete a: ágil, ajustável e aumentado.


Ágil por integrar princípios de metodologias céleres na gestão, ajustável por ser flexível às particularidades dos projetos e das empresas e aumentado por incrementar a metodologia-base (PD Projetos).


Segundo o pesquisador, professor e coordenador do núcleo NTQI no LabMIn, Raoni Bagno, a metodologia tem estrutura simplificada, aplicação do conceito de fases e gates, uso intenso de comunicação visual e envolvimento contínuo dos stakeholders do projeto. 


“O PªD é uma revisão da abordagem anterior, o PD Projetos, e tem o propósito de ser um método atualizado que norteie o trabalho operacional de equipes de projetos de inovação desde a ideia inicial até a fase de implantação e aferição dos resultados”, afirmou.


Teoria e prática


Durante o workshop, Ricardo Rodrigues Neres, mestrando do Programa de Pós-Graduação em Inovação Tecnológica (PPGIT) da UFMG e bolsista do LabMIn, apresentou na prática a potencial aplicação da metodologia em uma startup da área de saúde.  


Este é o terceiro workshop realizado pela equipe do LabMIn para as empresas do BH-TEC.

Workshop do LabMIn realizado em novembro de 2023
Laboratório de Metodologia de Inovação realiza mais um workshop neste ano | LabMIn/Divulgação

Mais metodologia


O primeiro, totalmente virtual, abordou o roadmapping tecnológico e trouxe o pesquisador parceiro Maicon Gouvêa, da USP São Carlos, para ministrar. Neste caso, o foco foram as empresas que participaram do programa Conexões BH-TEC.


O segundo workshop, realizado em outubro, foi conduzido pela professora Leydiana Sousa, da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG, com a metodologia Abordagem da Escolha Estratégica.


Ainda neste ano, o LabMIn realiza mais um workshop, desta vez de forma remota. No dia 11 de dezembro, será realizado o Radar da Difusão da Inovação com o pesquisador Lucas Índio. 


O Laboratório de Metodologias da Inovação é um projeto coordenado pelo BH-TEC e tem cinco frentes de atuação: no próprio BH-TEC, com metodologias criadas, por exemplo, para o Programa Conexões e Programa Outlab UFMG; no NTQI/UFMG, na Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CTIT/UFMG), no Parque Tecnológico de Viçosa (tecnoPARQ/UFV) e na Universidade Federal de Ouro Preto. O projeto é financiado pela Fapemig.


21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page